Bem vindos à ESCOLA DE ARTES MARCIAIS

GARRA DE ÁGUIA





Histórico

A Historia da Garra de Águia começa com um menino órfão de pai, criado pela mãe viúva. Seu nome era Yue Fei. Quando pequeno, Yue Fei tinha um padrinho e professor chamado Chow, com o qual estudava caligrafia, literatura, matemática, desenho, enfim seus estudos.

Este Professor foi aluno dos monges de Shaolin e, além de outras coisas, aprendeu com eles diversas técnicas diferentes de Kung-Fu, dentro elas os movimentos da Águia. Como Chow era o professor particular de Yue Fei, ele ensinou além de matérias básicas, também a arte do Kung-Fu, os movimentos da Águia.

Por este motivo podemos afirmar que indiretamente o Estilo Garra de Águia veio do templo Shaolin. Porem oficialmente quem fundou o estilo que praticamos hoje foi Yue Fei, após aperfeiçoá-lo. Já adulto, no ano de 1.123 d.C., ele tornou-se um general do exercito chinês e treinava seus oficiais com a técnica do Kung-Fu, e ordenava que eles ensinassem os outros soldados também.

Nas batalhas que Yue Fei participou, sempre foi bem sucedido, vencendo todas. Era um excelente guerreiro e muito inteligente, disciplinado e justo. Um traidor, de nome Tchan Kui era conselheiro da corte, este, não suportando a fama do General, resolveu prejudica-lo com calúnias perante o Rei Sung. E Sung, por sua vez, era soberano jovem, inseguro e fraco, que acreditava em tudo o que os outros diziam.

Sem procurar saber o que ouvira era verdade ou não, mandou chamar Yue Fei nos campos de batalha. Como estava em plena guerra, o rei precisou chamar  general doze vezes. Quando ele chegou ao Palácio com seu filho Yue Wan e seus soldados, de nada desconfiou.

Sem saber porque, foram aprisionados pelos guardas do Rei. Levados a presença de Sung, ficaram sabendo dos acontecimentos e Yue Fei disse que tudo aquilo não passava de calunias criadas por Than Kui. Sung, influenciado pelas más intenções de Tchan Kui, sentenciou todos a morte. Isso revoltou os soldados de Yue Fei, que lhe propuseram acabar com as tropas do Rei, pois eles eram peritos em Kung-Fu Garra de Águia, e acostumados a batalhas.

Mas o General ordenou que todos respeitassem o Rei e dessem bons exemplos. Assim junto com sua família, foram mortos injustamente em 1.143 d.C. Após sua morte, seus soldados passaram a ser perseguidos pelo exercito do Rei, e eram obrigados a se esconder para não serem mortos. Sendo assim o estilo Garra de Águia sumiu por algum tempo.



Yue Fei
cortesia: cultural-china.com



Mas alguns anos depois, apareceu um Monge chamado Lai Tchin, que afirmou ser a continuação de Yue Fei. Este monge ensinou outro, de nome Tao Tchai. Até esta época o estilo usava mais técnicas de garra, Tao Tchai, por sua vez, ensinou o Monge Fan Sem.

Este acrescentou mais técnicas de pernas e saltos, deixando desta forma o estilo Garra de Águia muito mais completo. Foi o primeiro monge a ensinar fora do Templo de Shaolin após a morte de Yue Fei. Sob o regime de outro império, Fa Sem começou a ensinar mestre Lau Si Chang, que era natural de Hon Wen (Norte da China).

Este foi um dos maiores divulgadores do estilo na China, porque também era um general do exercito. Ficou diretamente na capital (Pequim) ao lado do Rei, do qual recebia ordens. Lau Si Chang ensinou seus sobrinhos Lau Tat Fan (Pequim) e Lau Seng Yao (Hon Wen). Ao mesmo tempo, Lau Si Chang ensinou também seus alunos: Kay Sam e Kan Sei (ambos de Pequim). Desta geração de quatro alunos, a divulgação do estilo só teve continuação com mestre Lau Seng Yao, porque os outros não ensinaram ninguém. Por sua vez, mestre Lau Seng Yao, sobrinho de Lau Si Chang, ensinou seu próprio sobrinho Chan Tii Tchen. Nessa época, ao sul da China, foi organizado a 1º Federação de Kung-Fu.

Quem cuidava da matriz da Garra de Águia era o Mestre Lau Kan Man, filho de Lau Seng Yao, e como não poderia de deixar a matriz mandou para o Sul da China Chan Tii Tchen, seu primo. Chan Tii Tchen foi o primeiro divulgador do estilo Garra de Águia ao sul da China. Com isto, mestre Chan Tii Tchen tornou-se muito famoso na região.

Todas as federações o convidavam para dar aulas, mas sozinho ele não poderia faze-lo. Desta forma, Chan Tii Tchen pediu ajuda para a matriz e mestre Lau Kan Man , enviou seu sobrinho Lau Fat Moun para ajuda-lo na Federação do Sul.

Ele foi, mas nessa época estourou a 2º Guerra Mundial e mestre Lau Fat Moun deixou o sul da China e foi para Hong Kong , fez tanto sucesso, que chegou a ponto de ser respeitado como o Rei da Águia. Mestre Lau Fat Moun fundou Associação Lau Fat Moun em Hong Kong e Grão Mestre Li Wing Kay recebeu diploma oficial representando o estilo na América do Sul, veio para o Brasil no inicio da década de 70, e hoje já com o estilo bem difundido no Brasil e na América do Sul, com mais de 100 academias filiadas a União Garra de Águia do Brasil.

Árvore Genealógica do Estilo Garra de Águia



Fundador: Yue Fei (岳飛)
1ª geração: Monge Lai Tchin
2ª geração: Monge Tao Tchai
3ª geração: Monge Fa Sen
4ª geração: Mestre Lau Si Chang
5ª geração: Mestre Kay Sam, Mestre Kay Sei, Mestre Lau Seng Yau
6ª geração: Mestre Chan Tii Tchen, Mestre Lau Tat Fun, Mestre Lau Kay Man
7ª geração: Mestre Lau Fat Moun (Associação Lau Fat Moun – Hong Kong)
8ª geração: Mestre Li Wing Kay (América do Sul)

FONTE: http://liwingkay.blogspot.com.br/


LOCAIS DE TREINAMENTO:

- MATRIZ São Gonçalo: Terças e Quintas-feiras (20:00 às 21:00h) 
- UNIDADE Bonsucesso: segunda-feira (18:00h), quarta-feira (20:00),  sexta-feira (21:00)
- UNIDADE Social Ramos clube: Sábado (10:30 à 12:00h)